Há alguns anos atrás, era muito comum, as mulheres cuidarem de seus pais, sogros e avós, já que a maioria delas era dona de casa e conseguia conciliar as tarefas domésticas com os cuidados com os idosos.

Porém, hoje a realidade é outra, elas conquistaram o mercado de trabalho, cuidam dos afazeres de casa, dos filhos, do marido, do cachorro e até do papagaio.

Conclusão: No fim do dia mal sobra tempo para respirar, imagine para cuidar de alguém…

Mas e aí?

O que fazer para garantir qualidade de vida aos nossos queridos e amados velhinhos?

Foi deste “problema” que surgiu uma ótima solução: a profissão de cuidador de idosos. Para resumir esta pessoa irá auxiliar seu ente querido em suas tarefas do dia a dia.

Quer saber mais sobre o assunto?

Continue lendo o nosso post que vamos te explicar tim tim por tim tim das obrigações e NÃO obrigações deste profissional tão importante na longevidade.

Profissão cuidador de idosos:

Em primeiro lugar vamos conhecer um pouco mais desta profissão:

Apesar de existir a muito tempo, e estar super em alta já que a população brasileira está envelhecendo (acredite, hoje são mais de 25 milhões de idosos no Brasil segundo o IBGE), este serviço só foi regulamentado em 2012.

Muito cuidado com os “contratos de boca” : Se o profissional trabalhar mais de 3 vezes na semana na mesma casa, ele deverá ser registrado e terá todos os benefícios e direitos de qualquer trabalhador regido pela CLT como: Férias, 13º salário, descanso semanal remunerado, entre outros.

Para se profissionalizar como um cuidador ou acompanhante de idosos, basta fazer um curso reconhecido pelo MEC e ter mais de 18 anos.

Estes profissionais poderão trabalhar em residências e casas de repouso, o salário varia de R$1000,00 a R$3000,00 por mês. Porém, os que exercem sua função em residências costumam ser mais bem pagos, já que muitas vezes dormem no trabalho e recebem o adicional noturno.

Perfil do Cuidador de Idosos:

Para encontrar um bom acompanhante de idosos, é importante pesquisar boas referências, dar uma ligada para famílias que o profissional já trabalhou e checar os cursos que ele fez.

Como já dissemos anteriormente, é obrigatório que ele tenha um curso especializado em cuidado do idoso aprovado pelo MEC, mas se ele tiver outros complementares como: enfermagem, nutrição e primeiro socorros, é melhor ainda.

Depois de encontrar o acompanhante ideal, é hora de apresentá-lo ao idoso.

E por mais que a gente ame, adore e viva pelos nossos velhinhos temos que admitir que na grande maioria das vezes eles são bem teimosos e quando implicam com alguém não tem quem os faça mudar de ideia.

Por isso, de nada adianta você e sua família amarem o profissional. Quem tem que gostar mesmo é o idoso. Se ele começar a teimar com o cuidador não adianta insistir, ele pode ficar nervoso e nesta etapa da vida qualquer stress prejudica a saúde, então é imprescindível a aprovação dele.

Além disso, tente analisar as características da pessoa. Para cuidar de alguém da terceira idade é essencial que o trabalhador seja:

  • Calmo;
  • Simpático;
  • Organizado;
  • Responsável;
  • Dedicado;

Se pararmos para analisar, essas são características encontradas com mais facilidade em mulheres, talvez, por isso mesmo o número de cuidadores do sexo feminino é bem maior do que de cuidadores homens.

As mulheres arrasam em tudo mesmo né?

Mas agora vamos descobrir a real função dos acompanhantes.

Afinal, o que faz um cuidador de idosos?

Muita gente contrata um cuidador com a intenção de que ele cuide não só do idoso, mas também faça todas as tarefas domésticas, e é bom sempre ressaltar que a função dele NÃO é essa.

Esta profissão exige uma responsabilidade imensa do profissional, muitos idosos infelizmente têm doenças como o Alzheimer e precisam de tanta atenção quanto uma criança. Estes trabalhadores não podem focar em outras atividades de jeito nenhum. Devem estar sempre atentos ao idoso, ou ele pode se ferir, cair, ingerir algo perigoso, etc.

É bem simples de entender: O papel do cuidador é acompanhar o idoso a fazer suas tarefas diárias como:

Higiene:

  • Auxiliar na hora do banho;
  • Acompanhar o idoso em suas necessidades fisiológicas;
  • Ajudar o idoso a fazer a barba;
  • Manter as unhas dos velhinhos cortadas e limpas;

Alimentação:

  • Auxiliar o idoso na hora das refeições;
  • Cuidar para que sua alimentação seja saudável;
  • Oferecer alimentos a cada 3 horas;
  • Disponibilizar água e bebidas (não alcoólicas) para o idoso;

Vestuário:

  • Ajudar o idoso a se vestir;
  • Deixar suas roupas organizadas;
  • Escolher a melhor roupa conforme a temperatura do dia e saúde do idoso;

Inclusão Social:

  • Fazer passeios curtos com o velhinho;
  • Conversar com ele, de forma que o anime;
  • Incentivá-lo a fazer exercícios físicos moderados, com autorização de um médico geriatra;
  • Tranquilizar o idoso quando ele estiver nervoso;
  • Ajudá-lo a se comunicar com outras pessoas;

Saúde:

  • Acompanhar o idoso em consultas médicas e exames;
  • Expor ao médico a situação da saúde do paciente, levar dados como pressão arterial, temperatura e condições do sono;
  • Cuidar das medicações e procedimentos que o idoso necessita;

E o mais importante de todos: O cuidador deverá ser próximo da família, deixá-la ciente do que acontece no dia a dia e avisá-la imediatamente caso algo inesperado aconteça.

Benefícios para o idoso:

Além dos benefícios para a saúde do idoso, como: não deixar de tomar os remédios, diminuir consideravelmente o número de acidentes domésticos, ter alguém atento a qualquer sintoma diferente, este profissional trará outras ótimas vantagens para o lado emocional do velhinho.

Como sua função é auxiliar a pessoa da terceira idade, ele fará estímulos para que o próprio idoso faça as suas tarefas sempre que possível, deixando-o cada vez mais ativo.

Além disso, as atividades como passeios, exercícios físicos e até simples conversas farão com que a qualidade de vida e autoestima do idoso melhore e ele não se sinta esquecido pela sociedade.

Sem contar que você e sua família ficarão com a consciência tranquila, sabendo que seu querido está em ótimas mãos.

Se você procura um cuidador de idoso em SP, dê uma passadinha no nosso site, teremos o maior prazer em tirar mais dúvidas.